O perfil psicólogico que está destruindo o relacionamento silenciosamente

O perfil psicólogico que está destruindo o relacionamento silenciosamente

Pessoas com apego ansioso são mais propensas a serem infiéis ao parceiro, descobriu a pesquisa.

Altos níveis de ansiedade estão ligados ao medo do abandono.

As pessoas ansiosamente são extremamente "necessitadas".

Se uma pessoa ansiosa não recebe a confiança que procura em seu relacionamento atual, é provável que ela procure em outro lugar.

Cerca de uma em cada cinco pessoas tem um estilo de apego ansioso.

Um sinal clássico é ter sentimentos variados sobre o relacionamento de um dia para o outro.

As pessoas que sofrem de apego ansioso gastam muito tempo pensando no que a outra pessoa quer.

Eles podem facilmente passar de sentir-se fortemente ligados a querer independência.

As conclusões vêm de um estudo de mais de 200 casais recém-casados que foram acompanhados por quase cinco anos.

Eles receberam testes de sua personalidade, estilo de apego e satisfação no relacionamento.

Os resultados mostraram que, se um dos parceiros estava ansiosamente ligado, eles tinham uma chance maior de serem infiéis.

Uma resposta para os problemas que as pessoas com apego ansioso enfrentam pode ser a terapia:

“… Intervenções como a terapia familiar baseada no apego e a intervenção em grupo focado no apego têm sido eficazes na redução da ansiedade de apego e portanto, podem ajudar a prevenir a infidelidade entre as pessoas íntimas ansiosamente ligadas.”

Outra é que um parceiro de uma pessoa tem apego ansioso trabalhe em ser mais responsivo:

“… As pessoas íntimas relatam insegurança de apego reduzida quando estão com parceiros responsivos do que quando estão com parceiros que não respondem.”

Em contraste com as pessoas com apego ansioso, aqueles que eram evitadamente ligados eram menos propensos a serem infiéis.

Pessoas com apego evitativo querem evitar se apegar demais à outra pessoa.

Cerca de uma em cada quatro pessoas tem um estilo de apego evitativo.

O apego evitativo e ansioso são ambos tipos de apego inseguros.

Pouco mais de 50% das pessoas estão seguramente ligadas ao parceiro.

Os que possuem apego seguro são os menos propensos a serem infiéis, já que não se preocupam com o fato do parceiro se desviar ou a força do relacionamento.

Attachment Insecurity and Infidelity in Marriage: Do Studies of Dating Relationships Really Inform Us About Marriage?

compartilhe:
Psicóloga Juliana Gonçalves Oliveira Guedes
Formada em Psicologia pelo Centro Universitário UNA. Atua como psicóloga clínica em consultório particular..

Artigos recentes:

3 Comments

  1. Donec sed odio dui. Nulla vitae elit libero, a pharetra augue. Nullam id dolor id nibh ultricies vehicula ut id elit. Integer posuere erat a ante venenatis dapibus posuere velit aliquet.

  2. Integer posuere erat a ante venenatis dapibus posuere velit aliquet.