Relacionamentos...

Relacionamentos...

Estar em uma relacionamento amoroso implica uma série de fatores. 
Podemos apontar, inicialmente, que a relação deve ser agradável para todas as pessoas envolvidas e que estas estejam de acordo com as regras e determinações que foram definidas.  

 

Não existe certo ou errado quando falamos de relacionamentos se são saudáveis e prazerosos. Contudo, para isso, deve haver um equilíbrio entre "abrir mão" e "fazer valer a própria vontade" .
É preciso entender que não apenas uma das partes necessita realizar concessões para que a relação perdure.

Outro fator importante é compreender que a dinâmica do relacionamento modifica-se ao longo do tempo. Ou seja, não é difícil ver, por exemplo, que o início de um namoro é bem diferente de um casamento. Assim, é necessário ter maleabilidade para se adaptar às várias etapas, mas, claro, se o envolvimento permanecer bom para o "nós". 

Também não existe um tempo limite para as relações: elas podem durar 1 mês, 10 anos, 30 anos, a vida inteira... Nenhuma é mais importante que a outra ou mais significativa. Tudo depende do valor que atribuímos a ela. 

E aí, qual o significado que você dá para sua relação? 
Você está pronto para estar em um relacionamento?

compartilhe:
Psicóloga Raquel Ribeiro Barbosa
Sou a Raquel Ribeiro, formada em psicologia pela Universidade Federal do Ceará, atuo pela abordagem análise do comportamento. Atendo adultos, adolescente e casais. Valor da sessão negociável.

Artigos recentes:

3 Comments

  1. Donec sed odio dui. Nulla vitae elit libero, a pharetra augue. Nullam id dolor id nibh ultricies vehicula ut id elit. Integer posuere erat a ante venenatis dapibus posuere velit aliquet.

  2. Integer posuere erat a ante venenatis dapibus posuere velit aliquet.